Lançamento!

Ontem, mesmo numa noite fria, o lançamento da coleção de primavera verão 2014 foi aconchegante e quente!
Teve bate papo com a linda nutricionista ortomolecutar Dani Campi, que esclareceu muitas verdades e mentiras sobre Detox, uma palavra tão na moda nos últimos tempo…
Teve lançamento dos esmaltes lindos da Beauty’in, marca de produtos de saúde e beleza da empresária Cristiana Arcangeli. E manicures do Espaço A+ estavam lá para experimentar os esmaltes nas convidadas!
Suco detox + drink spritz (o drink do verão) para aquecer uma noite fria mais ainda assim caliente!!
Muita gente linda e querida passou por lá!
Obrigada á todos!
beijos

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
Publicado em FLOR News
Deixar um comentário

FLOR VERÃO 2014

ESTAMOS COM NOSSO BLOG DE VOLTA! OBA!
É com imenso prazer que retomamos o Blog da Flor e também convidamos para o lançamento da coleção Verão 2014 e da nova loja, numa vila super charmosa no jardins!
Será nesta quarta-feira das 17h as 22h!

Um pouco do release da Coleção de Verão…
“Para a coleção de Verão 2014, a feminilidade e a delicadeza da marca traduzem-se na releitura da estilista sobre o universo cosmopolita e urbano do skate. Intitulada “Skate for girl”, a coleção sugere o movimento do esporte – em uma cidade agitada e caótica – como ponto de partida para os looks.
“Be free! Este é o lema da mulher Flor para a estação mais quente e democrática do ano. Como se disséssemos a ela, ao olhar o seu guarda-roupa e preparar-se para encarar as diversas ocasiões da vida: ‘Se arrisque na vida, assim como no esporte’”, compara Juliana Fregonesi, a adrenalina de uma pista de skate, com as formas, texturas e cores da coleção, que verbaliza a imagem de uma mulher livre, criativa, independente e de bem com a vida.
Nascido na Califórnia (EUA), o esporte é sinônimo de casamento entre a criatividade e a liberdade. No passado, visto apenas como uma prática para um grupo “underground”, o skate conquistou – ao lado do uso de bicicletas – adeptos de todas as idades, classes sociais e gêneros. Para traduzir o espírito dos “surfadores do asfalto”, a Flor propõe uma leitura em estampas exclusivas desenvolvidas pelo designer, e também skatista, Ton Lon Bianco – que já assinou trabalhos para Forum, André Lima, Helmut Newton, Huis Clô, Marcelo Sommer – uma estampa corrida de mini shapes”

Vocês são nossos convidados, venham!
Alameda Lorena, 678 casa 2 – Jardins
11 3052-0753

beijos,

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
Publicado em FLOR News
Com a tag Deixar um comentário

Experimente-se!

trust

“(…) que o mel é doce, é coisa que eu me nego a afirmar;
mas que parece doce, eu afirmo plenamente…”

Raul Seixas

Tem leituras que te pegam tão profundamente, que são verdadeiros raptos! E foi assim que me sentí lendo uma entrevista de Valter Hugo Mae, um autor português que eu adoro. Ele contava sobre seu novo livro
O filho de mil homens (Ed. Cosaq Naif) e do quanto o risco de confiar era presente no ser humano: “Sem isso não há pertença, não há familia, não há construção alguma”.

Não resistí ao tema porque confiar nos tempos atuais é considerado quase uma tarefa heroica já que seguir esse rumo é atentar-se para o quanto que efetivamente se quer mostrar e o tanto de entrega que se permite neste processo, seja ele, profissional, pessoal, ou simplesmente afetivo. Se é que é possível considerar que existe algo simples neste contexto…

Qualidades e defeitos caminham quase de mãos dadas e compõem o humano, independentemente da vontade pessoal. Nossa, e se conseguirem enxergar as nossas imperfeições?! Que medo de deixar evidente os pontos fracos, medo de ficarmos vulneráveis… Mas, afinal, nos tornamos vulneráveis ou o somos desde que nascemos?

Ao falarmos sobre confiança e nos riscos que esse ato implica, é inevitável não pensar em confissão e sinceridade… Este último conceito, por sinal, tornou-se um palavrão. Atualmente, a sinceridade é encarada como uma quase grosseria, como algo normalmente difícil de digerir porque somos sim vulneráveis a opinião alheia e seguimos nos afastando das experiências porque consideramos que a verdade é absoluta e não comporta flexibilidade. Haja rigidez e reducionismo contidos nessa crença – puro deleite para nossa parcela masoquista que adora um bom sofrimento.

Sigo na contramão, me rebelando contra o estreitamento dos horizontes. Por quê aceitar uma visão parcial quando posso ter uma vista de 360 graus?! Na minha opinião, aquele que confia desata nós e se liberta, inclusive, de si mesmo: quanto mais me entrego, mais recebo. Não é essa a lei do retorno? Ok, podemos sofrer por causa dessa entrega, mas podemos também sofrer por não nos permitirmos viver o que nos acontece. O que é pior?!

A confiança desarma, envolve, gera fluxo. Pode ter certeza que por mais que seja dito, é impossível dizer tudo ou revelar tudo. Somos dinâmicos e nada é estático ou absoluto! O que eu sei de mim versus o que é mistério (em mim)… Sempre há algo a ser desvendado e são exatamente os encontros, as relações estabelecidas a partir daí e as entregas proporcionadas pela confiança, que vão validando as experiências e saciando a nossa sede; ao menos, até a próxima dose!

Esta reflexão propõe a ação, qualquer que seja ela, com autoria e somada à coragem para desempenhar diferentes papéis. Ah, vamos combinar que poder ser, ora mocinho, ora bandido faz um bem danado, mesmo que o exercício seja só nosso e conosco…

E o sabor da liberdade de poder gritar aos quatro cantos que o mel é doce?! Pois é, Rauzito, a sua ironia genial mexeu pra valer com meus brios… Quero mesmo é continuar assumindo pra mim e pra quem quiser ouvir, que eu experimento e vou além: Que eu ME experimento e que o que mais valorizo é trocar, me relacionar e confiar em gente que tem gente dentro! Desculpem o trocadilho, mas, se o preço para tanta “audácia” é ser chamado de maluco, beleza…

Isabella Quadros

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
Publicado em FLOR Bem Estar
Deixar um comentário

Novo catálogo de inverno Flor

A Flor não para de trazer novidades!
Já conferiram nosso novo catálogo de inverno?
Ele acaba de sair quentinho e cheio de tentações.
Frio, vem que vem!

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
Publicado em FLOR News
Deixar um comentário

Consultoria de imagem e estilo na Flor!

banner.analia.franco

Atenção clientes Flor! Oportunidade imperdível!
Você que ama moda, é fã das nossas peças e é ligada em estilo e tendências não pode deixar de aproveitar essa surpresa da Flor.
A consultora e especialista em imagem e estilo Ana Paula Faria estará a disposição de vocês para dar dicas e ajudá-las a montar looks incríveis!
Onde? Nas nossas lojas dos shoppings Cidade Jardim e Anália Franco.
Quando? Dias 09 e 10 de Maio, à partir das 15 hrs.
Um presentão da Flor só para vocês!

banner.cidade.jardim

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
Publicado em FLOR News
Deixar um comentário

Do Instagram para sua geladeira!

Que o Instagram virou mania todo mundo já sabe. Mas ter seus momentos e insights fotográficos entregues à sua porta é novidade!
O chamado StickyGram transforma suas imagens em imãs magnéticos num formato semelhante ao que aparece no Iphone
(isto é, 5cm x 5cm). Fofo, né? Eles vem num pacote com 9, custam $14,99 dólares e são livres de impostos.
E a melhor parte: entregam no mundo todo! No caso do Brasil, você iria receber em no máximo 14 dias úteis.
Agora é só escolher suas fotos e começar a enfeitar tudo!

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
Publicado em Dicas FLOR
Deixar um comentário

Movimento Ecochic!


Já conhecem o Movimento Ecochic? O projeto, idealizado por Mônica Horta, terá sua primeira edição esse sábado, dia 28!
O evento, contará com a ilustre presença do estilista Ronaldo Fraga, que dará uma “conversa criativa”, super concorrida! Apenas 70 vagas foram abertas ao público! Outra atividade interessante é a customização de ecobags. Para participar, você deve levar a sua!
Para ninguém ficar de barriga vazia, poderão passar de bicicleta na padaria “Na Bicicleta” do super chef Marcos Carnero e conferir seus deliciosos e exclusivos pães!

O evento está dividido em alguns locais.
A conversa criativa, acontecerá no Studio SP, e a customização, na Novelaria, lá na Vila Madalena! Já o encontro gastronômico, será na Fradique Coutinho no espaço E-HOLIC.
Importante lembrar, que o evento acontecerá de dois em dois meses, em outros bairros paulistanos e as próximas datas já estão marcadas!
Para mais informações, acompanhe a página do Movimento no Facebook.


  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
Publicado em Dicas FLOR
Deixar um comentário

A mulher Flor

As vezes temos que estampar com figuras para ficar claro em nossa mente o que realmente queremos dizer e expressar. Por isso, toda coleção fazemos uma vasta pesquisa de imagens, para chegarmos onde queremos em relação ao tema.
Dessa vez, foi um pouco diferente. Paramos pra pensar: Quem realmente é a mulher Flor? E resolvemos fazer um painel todinho inspirado nela. Tudo. Onde ela mora? Pra onde gosta de viajar? Que restaurantes ela frequenta? Qual o seu cão? Sim! seu cão! haha
Claro que o painel é para esclarecer a mulher que nos inspira quando criamos…
Achamos tão bacana que resolvemos compartilhar um pouquinho desse painel com vocês!
O que vocês acharam?







  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
Publicado em Mundo da JU
Deixar um comentário

Sonzinho delícia

Sim! Temos que aceitar uma coisa! Hoje é segunda feira! Mas pra vocês não desanimarem, lembrem que semana que vem é feriado!!! E pra darem uma relaxada, vamos num sonzinho delícia! A nova música do Maroon 5! Payphone!

É puro amor!

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
Publicado em Mundo da JU
Deixar um comentário

Mirror Mirror

“… a vida está nos olhos de quem sabe ver”
Gabriel Garcia Marques

No início do século passado, Freud já afirmava que seguimos tentando controlar a vida baseados no racional, nos iludindo e acreditando que este dê conta de todo o resto submerso. O nosso lado consciente tem uma função fundamental – sem ele não conseguiríamos organização necessária para tocarmos as nossas vidas – mas constitui apenas uma parte do que somos e não a nossa essência. Fico pensando então na coerência do que buscamos, negando grande parte de nós mesmos. No mínimo, essa visão parcial já é suficiente para uma visão míope da vida e um punhado de frustração.

E a busca pela juventude, beleza e perfeição? Inseguranças narcísicas abissais que nos conduzem para o exterior, para tesouros fugidios. O coelho correndo atrás da cenoura sem nunca alcança-la… Apesar de não engolir goela abaixo essa esperança mentirosa, vira e mexe, olha lá eu, correndo atrás da “tal cenoura”. Eu e uma multidão…

Hoje fui no salão pintar os cabelos, prática que, nos últimos anos, realizo, a cada dia que passa, com muito mais frequência: A raiz do cabelo já quase toda branca – herança genética que se impõe sobre a minha rotina e sobre a percepção que tenho de mim mesma. Atualmente, no máximo quinzenalmente estou lá, com a cabeça coberta de tinta esperando a cor “pegar”. E refletindo sobre esse exercício de mascarar o cabelo, transformá-lo em outra versão, dar nova cor tentando negar o que o corpo me apresenta, penso no tanto que repito a mesma dose também com meus sentimentos. O que mais será que cubro, escondo e tento mascarar, desta vez, dentro de mim?

Ok, me olhar no espelho e estar de bem comigo mesma é importante, mas não funciona se o externo estiver muito distante da relação que tenho comigo mesma intimamente. Essa dissonância entre o dentro e o fora, definitivamente, não sustenta qualquer júbilo com a imagem, ali, posta diante de mim através do espelho. Quero mesmo é, ao me olhar, me enxergar de verdade, me reconhecer a cada dia. Que paradoxo: rugas, cabelos brancos, tudo indo de encontro ao ideal de beleza imposto socialmente e, ao mesmo tempo, a conquista de uma maturidade que me permite uma visão interna mais profunda, de longo alcance… Isso sim me traduz e é fundamental para minha vida! Posso até continuar cobrindo os cabelos brancos de tinta, mas não quero negar os anos vividos, os aprendizados (sofridos ou não) e, muito menos, quem sou.

Uma amiga querida me disse um dia desses que eu sou “uma borboleta de bicicleta”. Fiquei encantada com o carinho e com a imagem que me veio imediatamente à cabeça. Ela conseguiu definir o meu momento de vida com precisão cirúrgica e vibro por me deixar enxergar com tanta nitidez, pedindo licença a Raul Seixas para fazer uma analogia com a sua metamorfose ambulante, cantada em verso e prosa.

Quero seguir me transformando, cada vez mais liberta da imagem exterior. Quero a liberdade de experimentar outras versões de mim e deixar que a perfeição seja o chato privilégio dos deuses, como disse Galeano. É nessa “imperfeição”, que percebo os meus cabelos ficando mais e mais brancos… E o meu coração? Vai muito bem, obrigada! Cada dia mais colorido…

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
Publicado em Mundo da JU
Deixar um comentário